Com salários atrasados, sub-23 do Vitória ameaça não treinar; Paulo Carneiro teria intimidado funcionários

0
168
Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória

Com salários atrasados, sub-23 do Vitória teriam  ameaçado não descer ao campo para treinar nesta terça-feira (11). De acordo com informações do Globo Esporte, com exceção dos jogadores profissionais, os demais funcionários do clube, entre eles atletas do time de aspirantes, estão com salários atrasados.

Ainda segundo a publicação, o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, teve que ir a campo e convencer o grupo a mudar de ideia. O time enfrenta o Atlético de Alagoinhas, neste sábado (15), no Barradão.

Intimidação

E depoimento à reportagem do Globo Esporte, um funcionário do Vitória, que prefere não se identificar, relatou a dificuldade enfrentada pelos trabalhadores e criticou a atitude do presidente Paulo Carneiro que, segundo ele, ameaçou o grupo.

– Quem recebe em dia são os profissionais. O sub-23 está na mesma situação de outros funcionários do clube, sem receber 13º, dezembro, janeiro, não receberam nada. Hoje pela manhã, eles disseram que não iriam entrar em campo para treinar, até que o presidente desceu e, na frente de todos, ameaçou que, se não entrassem em campo, iria colocar todos para fora – relatou.

A informação foi confirmada, ainda, por outras fontes, ligadas a atletas do clube.

– [Paulo Carneiro teve] Atitude arrogante. Na semana passada, teve um representante do sindicato dos funcionários, e ele [Carneiro] disse ao representante que não iria pagar, que quem quisesse poderia sair do clube, procurar a justiça. Uma situação muito delicada. Funcionários sem receber 13º, dezembro e janeiro – continua o funcionário do Vitória.

O GloboEsporte.com entrou em contato com o Vitória, que informou desconhecer a ameaça de não treinar dos aspirantes e disse que não vai se manifestar sobre os salários atrasados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira um comentário
Por favor digite seu nome aqui